derivados plaquetários

Comece o ano com Sangues nos Olhos

Seja bem vindo a 2022.

Pode entrar sem bater mesmo, você é de casa.

Nestes tempos, nem sei se vale falar das promessas de ano novo. Primeiro porque dizem que promessas existem para serem quebradas (eu discordo), mas para não criar uma expectativa cedo demais.

Então não falarei de promessas, mas de metas.

Uma delas é manter esta newsletter, faça chuva ou faça sol, aparecer como mágica em sua caixa de emails toda segunda de manhã, às 9h (ou até antes).

Hoje, esta meta, como pode perceber, foi cumprida.

Outra é continuar nosso objetivo de entregar conteúdo de qualidade para todos os participantes, alunos, ex-alunos que nos acompanham. Possivelmente não vai ser neste ano que começarei a usar o Instagram, mas vamos manter nossa presença no Youtube e trazer toda semana coisas novas.

E pra começar o ano, uma seleção turbinada sobre sangue. Mais exatamente sobre derivados plaquetários.

Eu tenho uma relação muito boa com os derivados plaquetários, desde 1998. Primeiro para implantes, enxertos e afins. Hoje, para Harmonização.

E o conhecimento desta técnica é muito, muito importante. Tanto que temos um TCC falando sobre estes aspectos prontinho, recém publicado, para ser lido no nosso blog.

Alguns podem pensar que é difícil escolher o melhor agregado plaquetário, mas não é não. É simples desde que você tenha um objetivo com o tratamento. E obviamente, desde que você saiba a diferença entre eles.

Outros dizem que não se vê o efeito. Mentira.

Realmente, não é algo visível de imediato, mas traz muitos benefícios a médio-longo prazo. Perceptíveis e que agradam, e muito, os pacientes. Ainda mais que dá pra fazer simulação de preenhcedores. Imagine oferecer uma prévia de um full-face usando simplesmente derivados. Pois é possível e muito viável sua aplicação.

Então só com as referências que coloquei aí em cima você vai ter muito pra estudar. Bastante mesmo…

Mas tem alguma coisa que você gostaria de sugerir? Um tema, assunto, técnica?

Então envie sua  sugestão e colocamos nas próximas pautas desta newsletter ou mesmo de nossas lives, que logo logo serão retomadas!

Um grande abraço e desejo que 2022 seja o melhor dos anos para você!


Publicado por:
Mestre em Medicina/Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Prótese Dentária, Prótese Bucomaxilofacial e em Harmonização Orofacial. Coordenador de cursos em Implantodontia e Harmonização Orofacial do Instituto Velasco, Diretor do Hospital da Face