Meninos ou Meninas: Entendendo o Dismorfismo Sexual

Meninos ou Meninas: Entendendo o Dismorfismo Sexual

Existem muitos aspectos que nos permitem diferenciar homens e mulheres…

Justamente um dos aspectos mais interessantes da harmonização e desta diferenciação sexual ou melhor deste dismorfismo sexual é justamente utilizar características masculinas em alguns rostos femininos e vice-versa.

Claro que devemos pensar que estas aplicações devem vir acompanhadas de um contexto e de uma análise do todo não somente aquela região ou aquela área a ser tratada.

Por exemplo: será que caberia uma mandíbula muito “quadrada” em um paciente feminino que tenha uma boca pequena?

Dismorfismo Sexual

A Cleo Pires e a Aline Moraes são exemplos que uma mandibula larga, mais masculina, associada a um volume/largura labial maior, e que pode ser um recurso bem interessante, tendência hoje em dia nos tratamentos femininos.

Mas nem sempre aumentar o lábio vai ser uma saida boa… Entramos naquela questão se não é melhor tirar do que colocar, menos é mais. Veja que fazer a redução da hipertrofia muscular, sem mudar as características dos lábios também podem ter efeitos para uma melhor feminização, por exemplo.

Dismorfismo Sexual
Feminização do perfil facial com redução do masseter. Maior destaque para os lábios

De todo modo…

Todos os traços femininos são mais delicados que os masculinos, então mesmo quando nós falamos como no exemplo sobre a mandíbula masculina no rosto feminino esta mandíbula ela também pegar contornos e detalhes e observações que cabem para um rosto feminino e que nem sempre replicar de forma idêntica a anatomia masculina.

Usualmente o rosto masculino ele é mais anguloso, tem mais “quinas” do que um rosto feminino. E além disso, tanto a região mandibular quanto o malar recebem uma luminosidade bastante diferente nos dois casos.

Em homens existe muito pouco contraste ao passo que no rosto feminino, para ser bonito e agradável, precisa de mais contrastes, esconder áreas específicas e valorizar as áreas de maior importância estética por exemplo o malar, eminência supraorbital, contorno de mandíbula e fronte.

Dismorfismo Sexual
Homens tem traços mais angulosos e menor contraste
Dismorfismo Sexual
Mulheres tem traços mais delicados e maior contraste

Mas não só a largura da mandíbula é ao que deve ser observada. O próprio mento tem uma diferença muito grande entre os dois sexos: usualmente nas mulheres ele é menor circular e o comprimento tem uma relação direta com a porção central da narina,  ao passo que o masculino apresenta uma largura maior,  formato mais quadrado e os limites estão associados a asa do nariz ou mesmo a comissura oral.

Na região de têmpora, em homens,  buscamos a planificação de toda a região  da fossa temporal, alinhado com o contorno externo da órbita. Já em mulheres podemos projetar um pouco mais a área, deixando além do contorno da margem orbitária externa, mais arredondado. Mas claro se essa característica compuser bem com as outras proporções faciais.

A região malar é um dos pontos mais importantes e que devemos ter mais cuidados na hora do planejamento. Nos homens esta projeção da acontece de uma forma mais horizontal fazendo com que a luz incida oferecendo destaque para o contorno facial. Nos rostos femininos buscamos uma maior inclinação em sua porção facial, aumentando a luminosidade em toda a região dos olhos tanto na porção inferior como na eminência orbitária.

Inclusive dentro da técnica do MD Codes existe uma forma de aplicação e de reestruturação malar chamada top model look, buscando este aspecto mais inclinado. Isso muda o direcionamento da iluminação para que o rosto fique melhor iluminado e com um pouco mais de contraste, que é o que nós buscamos nos rostos femininos.

Dismorfismo Sexual
Em homens a relação malar e contorno de mandíbula é tem um formato quadrado enquanto em mulheres o formato é mais próximo de um losango

Outro aspecto importante e interessante que é uma associação do Contorno mandibular com o contorno maxilar é que usualmente o contorno mandibular vai ter um certo paralelismo com Contorno mandibular malar isso quer dizer que colocando em consideração que no homem este Contorno é mais horizontal a mandíbula masculina ela também vai ter um perfil mais horizontal deixando o rosto mais quadrado ao passo que na mandíbula feminina ela vai acompanhar a internação de uma lá que é um pouquinho mais saliente e ela vai deixar uma um Contorno mais inclinado.

Então esqueça que meninas vestem rosa e meninos vestem azul, isso é uma percepção totalmente distorcida inclusive dentro da Harmonização facial, mas há sim características que são únicas em cada sexo, mas que se “misturadas” em alguns contextos, podem funcionar muito bem para uma estética facial mais agradável.


Publicado por:
Mestre em Medicina/Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Prótese Dentária, Prótese Bucomaxilofacial e em Harmonização Orofacial. Coordenador de cursos em Implantodontia e Harmonização Orofacial do Instituto Velasco, Diretor do Hospital da Face. Trabalha desde 2011 em harmonização facial.