Perfiloplastia, harmonização facial

Perfiloplastia está em alta…

É um termo que está na moda para quem está dentro da Harmonização Facial. E muito tem se falado sobre isso.

Dentro da odontologia o estudo do perfil facial sempre esteve dentro da ortodontia, e do estudo das mal-oclusões, e não há nada tão diferente nesta questão. Mas entram informações complementares como projeção de lábio, nariz e fronte para a busca de um perfil facial mais “harmônico” (até hoje acho esse termo tão estranho para se referir a beleza e estética…).

perfiloplastia, harmonização facial
Análise de perfil é uma constante dentro da odontologia e cirurgia plástica

Existem parâmetros que são seguidos pela cirurgia que utilizam de informações baseadas em determinadas populações, como por exemplo asiáticos, indianos, turcos, latinos, anglo-saxões, etc, pois há padrões para cada uma destas populações, então perceba que não há um certo ou um errado, mas sim aquilo que se encaixa melhor no seu fenotipo e no que é desejado expressar.

Claro que também leva-se em consideração na perfiloplastia desejos do paciente, em projetar mais determinada região, ou melhorar o contorno de um nariz, por exemplo, portanto mesmo existindo padrões é necessário entregar o que o paciente deseja, dentro do que cabe em sua reabilitação.

Vamos entender como e o quê avaliar em cada subunidade estética:

Relação Maxilomandibular

Usualmente nos referimos neste momento à uma classificação muito comum, chamada classificação de Angle, e que é simples de entender:

Perfiloplastia, harmonização facial
As várias relações entre maxila e mandíbula

Classe I

A classe I de angle é chamada de neutroclusão e tem a relação anteroposterior da maxila e da mandíbula está normal ou próximo de um quadro de normalidade.

Classe II

Essa classe também é chamada de distoclusão. Aqui, a arcada superior está com uma relação distal em comparação com a arcada inferior, e pode ter algumas subdivisões:

– Divisão 1: os dentes incisivos estão projetados, o arco superior é estreito e alargado, o lábio superior é mais curto e o lábio inferior é mais achatado, o paciente tem o perfil mais retrognato (ou seja, o terço inferior está para trás)

– Divisão 2: Os dentes incisivos estão mais retroinclinados ou verticais, o arco superior é menos estreito, o lábio superior e inferior são normais, o paciente tem um perfil menos convexo, mais harmonioso.

Classe III

É também chamada de mesioclusão. Aqui a arcada inferior está à frente da arcada superior.

Lábios

Os lábios também tem uma projeção de acordo com a relação maxilo-mandibular e ao posicionamento dos dentes, que podem projetar ou não os lábios, ou mesmo posicionar o lábio inferior em uma situação desfavorável, sem a projeção necessária e esconder seu volume.

Em um paciente Classe I, com um quadro oclusal adequado, a projeção do lábio inferior deve ser um pouco menor que a projeção do lábio superior.

Perfiloplastia, harmonização facial
Uma das várias formas de analizar a projeção labial

Nariz

Ahhh, os narizes… existem muitos pacientes que problematizam seus narizes… Não estou criticando, mas é incrível a quantidade de pessoas que achem seus narizes feios.

Narizes longos curtos aquilinos, arrebitados, romanos…

Perfiloplastia, harmonização facial
Narizes…

Realmente o nariz dá dá muita personalidade a um rosto, daí uma justificativa, penso eu, porque é  é tão comum que as pessoas fiquem tão incomodados com próprio nariz.

Se nós formos levar em consideração que nós trabalhamos dentro da harmonização facial ou orofacial, temos algumas limitações no que podemos e o que não podemos fazer nestas regiões….

Vale lembrar a título de curiosidade que um dos primeiros trabalhos publicados pelo Maurício de Maio o criador do MD codes mostrou justamente uma rinomodelação utilizando preenchedores faciais.

Então a abordagem nessa região não é nem recente e nem algo inédito, mas ainda assim estamos cheios de restrições quando falamos de procedimentos não cirúrgicos.

É possível fazer tratamentos nesta região com algum grau de segurança no que se refere a arrebitar ou elevar um pouquinho nariz, projetar a columela,  projetar o rádix,  melhorar o alinhamento geral da região nasal, mas ainda assim o nariz é uma das regiões mais perigosas dentro da harmonização facial, e ponto centrla quando falamos em perfiloplastia.

Mento

O Mento sofre grandes alterações no envelhecimento

Isso acontece por vários motivos o principal deles é justamente a perda das gorduras na região perioral e na alteração do contorno mandibular. Por tabela, estas alterações acabam se refletindo também no perfil do paciente.

Perfiloplastia, harmonização facial
Posições do Mento

A projeção do mento também tem uma relação direta com o terço inferior e comprimento da face.

Além do mais, a própria característica da base óssea é quem vai ditar o perfil do paciente. Por exemplo: em um paciente Classe 2 conseguimos realizar a projeção ou mesmo um alongamento do terço inferior da face para que fique com uma proporção mais adequada em relação aos terços faciais.

Não que seja de difícil tratamento,  mas a resposta clínica nesta área demanda uma quantidade muito grande de preenchedores para que o resultado fique perceptível.

Vale lembrar que não adianta tratar a região de mento se nós não nos preocuparmos com a área de pré-jowl,  Marionete e com toda a região perioral, todas com grande interferência na perfiloplastia.

Leitura Complementar


Publicado por:
Mestre em Medicina/Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Prótese Dentária, Prótese Bucomaxilofacial e em Harmonização Orofacial. Coordenador de cursos em Implantodontia e Harmonização Orofacial do Instituto Velasco, Diretor do Hospital da Face. Trabalha desde 2011 em harmonização facial.